terça-feira, 1 de junho de 2010

GRUPO DE ESTUDOS

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

FOTOS DOS CARTAZES DA ASSEMBLÉIA



















































quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

1º CARTAZ AFIXADO NAS DEPENDÊNCIAS DA ESCOLA


VOCÊ SABE...

O que é o PDE-Escola?

Qual a importância do PDE-Escola?

O que representa o PDE-Escola para a escola?

Quais as dimensões do PDE-Escola?

COMPAREÇA E FIQUE POR DENTRO!

2º CARTAZ AFIXADO NAS DEPENDÊNCIAS DA ESCOLA


ATENÇÃO


VOCÊ:
professor, funcionário, pai ou aluno


PARTICIPE
DA CONSTRUÇÃO DO PDE


DIA: 18/12/08 às 19h

CHAMADA PARA O PDE-ESCOLA

ENDEREÇO DO ARQUIVO DE ÁUDIO:
http://www.podcast1.com.br/blog.php?codigo_canal=3868

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

VÍDEO

video

FONTE:
http://br.youtube.com/watch?v=AiGV_Jdl6Gs&feature=PlayList&p=BCDCFA32D15CAAE5&playnext=1&index=1

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Recomendações aos educadores

O educador é o principal trabalhador brasileiro, pois é ele quem está com o aluno diariamente e tem nas mãos as ferramentas para ensiná-lo. Veja como você, educador, pode fazer a sua parte.
Entenda a situação da Educação
O primeiro passo para melhorar a Educação é entender sua situação atual. Procure se informar sobre a qualidade do ensino no País, no seu estado, na sua cidade, nas escolas próximas. Na seção Números da Educação você encontra essas informações. Secretarias de Educação municipais e estaduais também têm esses dados, e é direito de todos conhecê-los. Além disso, todos podem procurar saber quais são as ações e medidas tomadas pela Secretaria de Educação para melhorar o desempenho das escolas que não tiveram bons resultados tanto no Ideb, como em avaliações educacionais como a Prova Brasil e o Saeb. Procure entender quais são os problemas da Educação brasileira, suas causas e conseqüências. Informe-se, reflita, discuta. Quando você entende o problema, tem mais chances de fazer sua parte para resolvê-lo – e você, como educador, é o principal agente da melhoria da Educação.
Busque sempre aprimorar seus conhecimentos
Procure sempre dar seqüência à sua formação acadêmica, por meio de cursos de graduação ou pós-graduação e de programas de capacitação. Há sempre algo novo e interessante para ser aprendido, e que poderá te ajudar a influir positivamente na Educação das pessoas ao seu redor. Proponha que sua escola seja um espaço de aprendizado. Para ser educador, é preciso estudar sempre e ter em vista onde você quer chegar com seus alunos.
Encare a diversidade de maneira positiva
Tire proveito da heterogeneidade de saberes, conhecimentos e experiências dos alunos e da comunidade escolar. Promova a interação entre eles.
Escola boa é aquela em que o aluno aprende
A melhor forma de avaliar a qualidade do ensino é por meio da aprendizagem dos alunos. E, se a escola existe para ensinar, a avaliação capaz de dizer se a escola é boa ou ruim é aquela que nos mostra se os alunos estão ou não aprendendo. Valorize e utilize avaliações sobre a qualidade do ensino como um instrumento para melhorar a escola, e promover a transparência e a participação de todos os envolvidos no processo de ensino-aprendizagem.
Diretor: Assuma a liderança
Assuma a liderança de forma democrática e cooperativa com todos os segmentos da equipe. A presença constante do diretor da escola é fundamental. Ele deve ter competência para ocupar um papel central na gestão do cotidiano escolar e na articulação da escola com a comunidade escolar. Como lida com questões internas e externas da escola, é necessário ter sempre em mente o que é e o que não é prioritário, para organizar seu tempo de forma eficiente.
Diretor: Seja responsável pela qualidade de ensino
A melhor gestão administrativa de nada vale se os alunos não estiverem aprendendo. O diretor não deve ser visto apenas como o administrador do prédio da escola, mas como o grande administrador da aprendizagem dos alunos. O diretor é o responsável maior para a escola ter e cumprir o regimento escolar e a proposta pedagógica – que dará origem aos planos de curso e de aula. Além de ser peça-chave na identificação das necessidades locais, o diretor deve garantir um sistema eficaz de reforço escolar para os alunos com dificuldades em algum conteúdo específico, e deve fazer funcionar um sistema de supervisão de professores com foco no desempenho dos alunos.
Diretor: Articule-se com a Secretaria de Educação
Como a escola não trabalha de forma isolada, o diretor deve conduzir as ações da escola de forma articulada com as políticas emanadas pela Secretaria de Educação - que deve receber, mensalmente, os dados da escola. As metas da escola também devem ser estabelecidas, anualmente, de forma integrada às metas da rede de ensino. As escolas devem ter algum grau de autonomia, mas são parte de um organismo muito maior, que é a rede de ensino, gerida pela Secretaria de Educação.
Diretor: Assegure o cumprimento do ano letivo
Assegure o cumprimento integral do ano letivo. As escolas precisam garantir um mínimo de duzentos dias letivos, com um mínimo de quatro horas de aula por dia, descontados os intervalos escolares. Isso é lei. Assegurar a pontualidade e freqüência dos professores e funcionários da escola também é necessário.
Diretor: Assegure condições de trabalho
Assegure as condições e os meios para que os professores implementem a proposta político-pedagógica da escola.
Diretor: Abra a biblioteca e a sala de computação
Não tranque livros e computadores, pois eles são material de uso diário. Os alunos precisam tê-los em mãos para poder tirar o melhor proveito possível do que esses materiais podem trazer para seu aprendizado. Cuide e melhore o acervo da biblioteca, disponibilizando, além dos livros didáticos, obras de literatura infanto-juvenil, livros de ficção e não ficção, dicionários e enciclopédias. Você pode, ainda, abrir a biblioteca fora do horário das aulas e para a comunidade. Quanto aos computadores, sua escola pode incentivar os alunos a usarem a internet para fazer pesquisas sobre temas atuais e, a partir delas, elaborar resumos. Os alunos podem também ser envolvidos na elaboração e manutenção da página da escola na internet, ou ser incentivados a construírem seus blogs – diários na internet.
Professor: Planeje suas aulas
Elabore planos de curso e planos de aula de acordo com a proposta pedagógica elaborada pela escola e com o programa de ensino da Secretaria de Educação. Participe da elaboração dessas propostas e assegure seu cumprimento, sem perder de vista que para ter sucesso na sala de aula, os objetivos, os conteúdos e os métodos de ensino devem ser adequados e ajustados às suas necessidades e às características dos alunos. Aulas de qualidade se refletem na aprendizagem dos alunos.
Professor: Procure não faltar
Lembre-se de que o aluno precisa de você. Se alguma necessidade urgente lhe impedir de estar em sala de aula, é necessário que você seja substituído por pessoa de igual competência e que conheça o andamento dos planos de aula.
Professor: Ensine a estudar
Ensine os procedimentos de estudo, como selecionar informações, tomar notas, fazer resumos e sínteses, etc.
Professor: Incentive o hábito da leitura
Dê atenção especial à leitura, à compreensão de textos e à escrita. Essas habilidades são básicas e essenciais para toda a vida do aluno. O hábito da leitura abre aos alunos uma perspectiva prazerosa de aprendizagem. Estimule esse hábito oferecendo aos alunos contato com diferentes tipos de textos, tais como matérias de jornais, embalagens, receitas, cartas, anúncios, textos expositivos e literários, instruções de jogos, regras da escola, etc. Conheça de antemão os textos que você apresentará à classe, gere expectativas nos alunos sobre os textos, faça comentários, perguntas e promova a reflexão, interpretação e o diálogo entre os estudantes.
Professor: Reforce a auto-estima dos alunos
É preciso que educadores difundam ao máximo os gestos, as atitudes, as palavras que reforçam a auto-estima das crianças e favoreçam o seu sucesso na sala de aula e na vida. Esse tipo de atitude pode ser decisivo na vida de uma criança ou um jovem. Valorize o esforço e os trabalhos elaborados pelos alunos. Comente-os e exponha-os em murais e varais fora e dentro da sala de aula. Prontifique-se a ajudar sempre que chamado.
Professor: Não desista de ensinar a nenhum aluno
Todos precisam, têm direito e capacidade de aprender. Nem todos os alunos aprendem do mesmo jeito e no mesmo ritmo, embora todos sejam capazes de aprender. O desempenho escolar de um aluno é responsabilidade do professor, que deve ser compartilhada pela família e pela escola.
Diretor: Mantenha uma boa relação com as famílias
Divulgue a proposta pedagógica de cada série para os pais dos alunos poderem acompanhar o seu cumprimento ao longo do ano letivo. Divulgue também o regimento da escola para pais e alunos. Distribua os boletins com resultados dos alunos nas épocas previstas pelo Regimento Interno das Escolas, e informe-os sobre como está o desempenho de seus filhos na escola. Dê, ainda, dicas sobre como eles podem ajudar suas crianças a estudar e acompanhar as aulas.
Promova a gestão democrática
A gestão democrática implica que os educadores, familiares e a comunidade, mais do que destinatários, devem ser considerados interlocutores e parceiros da escola no cumprimento de sua missão: fazer com que todas as crianças da escola efetivamente aprendam. Reconheça a escola como um espaço de construção do conhecimento e de integração com a comunidade, abrindo seus espaços para outras atividades e públicos – desde que isso não comprometa os direitos dos seus alunos. Mantenha esse espírito ao se relacionar com os pais e alunos. Quanto mais a escola estiver inserida em seu contexto social e mantiver uma boa relação de parcerias, maior será a colaboração de todos. Abra a escola para a família dos alunos e conheça a história e as características de cada um. Mantenha um relacionamento transparente e receptivo com os pais e familiares. Eles são parceiros fundamentais da escola.
Fiscalize o bolsa-família
Verifique se os alunos beneficiários do Bolsa-Família matriculados em sua escola estão freqüentando as aulas. Demande que os governos municipal e estadual mantenham atualizadas as situações cadastrais (qual escola freqüenta, se concluiu os ciclos de estudos etc) de cada criança em idade escolar. Além disso, verifique e cobre que os beneficiários do programa levem suas crianças aos postos de saúde para realizar exames, vacinações e outras ações estipuladas pelo Ministério da Saúde, que impactam diretamente na saúde da criança e em seu desempenho escolar.
Fiscalize a merenda escolar
Acompanhe, verifique e cobre que os recursos públicos destinados à merenda escolar sejam garantidos e bem geridos. Para tanto, você pode verificar em sua escola se os alimentos comprados pela prefeitura têm qualidade, quantidade e diversidade apropriadas. Acompanhe também se a escola os armazena de forma correta e os distribui enquanto estão frescos, antes da data de expiração e em quantidades apropriadas.